A história dos selos laterais

De seus humildes começos tão pouco mais do que uma almofada para pilloion cavalgando em tempos medievais, a sela suportou muitas mudanças de estilo e construção durante os séculos, alguns decorativos mais do que funcionais, mas todos eles fazem parte da rica herança de lado Andar, e que contribuiu para tornar a arte ainda popular hoje, embora em uma sela mais adequada à segurança e praticidade em todas as disciplinas equestres, e a forma do cavalo moderno e do cavaleiro.

L a R: 15º século com Planchette e c. 1799 com estribo de chinelo

Quando as mulheres primeiro correram cavalos de forma independente, em vez de apenas sentados atrás de um homem em seu cavalo, eles se sentavam voltados para os lados em uma sela (inicialmente apenas uma plataforma de pelúcia, mais tarde uma criação mais semelhante à cadeira) com um apoio para os pés chamado Planchette - primeiro introduzido em Inglaterra no século XIV por Anne de Boêmia - mas isso deu pouco controle sobre seus cavalos e geralmente os necessita sendo levados, viajando não mais rápido que uma caminhada. Essas selas possuíam um único pomo ou chifre na frente. No século XVI, Catherine de Medici é creditado (atualmente sendo debatido) com o inventor de um segundo chifre, entre o qual uma senhora colocou a perna direita, e assim enfrentou pela primeira vez pela primeira vez, tendo um controle independente de seu cavalo e capaz de andar em marchas mais rápidas. L a R: 1860, e a década de 1880 A sela secundária de duas chifres permaneceu, em várias formas - como com um trem lateral, estribo de deslizamento e costura ornamentada, e com a adição na década de 1820 da invenção da cinta de equilíbrio - até a década de 1830, quando o terceiro pomo Pulando a cabeça, foi concebida, sem dúvida pelo francês Jules Pellier, que deu um assento muito mais seguro do que qualquer projeto anterior e assim permitiu que as mulheres entrassem no campo de caça; Na década de 1850, a sela lateral de três pommelled estava na moda em todos os lugares, muitas vezes com um bolso de lenço de folga.

Seleção de inglês moderno

Mas, gradualmente, o pommel fora do tamanho diminuiu, e pelos anos 80 / '80, muitas vezes havia desaparecido. O assento mergulhado do século XIX também acabou com a sela lateral assentada no início do século XX, e o assento forrado e pommels feitos pelos selares conhecidos dos anos 1930-'50 são considerados estilos clássicos e ainda em uso. Outros países muitas vezes têm seus próprios estilos particulares, como a sela do lado ocidental da América, e a sela lateral do Charra do México. Lamentavelmente, as mais antigas selas não são adequadas à montagem moderna de sela lateral: os desenhos não são seguros para andar, nem se encaixam nos cavalos bem alimentados hoje. De valor monetário limitado, a menos que em condições excepcionais ou decoração ou design incomum (ainda possam ser comprados por menos de £ 100), sua importância continua sendo a província principalmente daquelas com um interesse particular na evolução da sela lateral, e preocupação com a sua preservação como parte da colorida tradição de senhoras que se afastam ao longo dos séculos. Penelope Houstman trabalha como um guia fantasiado na National Trust House, Killerton House, onde estão mostrando uma exibição sobre a moda da regência. Sua boutique, Senhora de sela lateral., fornece informações, padrões, selas de período e muito mais. Visite seu site para um mundo de história de equestrienne. Gostei deste artigo? Navegue pelo nosso Loja de livros em JaneAustengiftshop.co.uk.