John Heathcoat e a máquina Bobbin-Net

John Heathcoat.John Heathcoat foi o filho mais novo de um pequeno agricultor respeitável em Duffield, Derbyshire, onde nasceu em 1732. Quando na escola ele fez progresso constante e rápido, mas foi imediatamente removido dele para ser aprendizado a um quadro-Smith perto de Loughborough. O menino logo aprendeu a lidar com ferramentas com destreza, e ele adquiriu um minuto conhecimento das partes das quais a estrutura de estoques foi composta, bem como da máquina de urdidura mais complexa. Em seu lazer, ele estudou como apresentar melhorias neles, e seu amigo, Bazley, MP, afirma que, na idade de dezesseis anos, concebeu a ideia de inventar uma máquina pela qual Lace poderia ser feita semelhante ao Buckingham ou Laço francês, então todos feitos à mão. A primeira melhoria prática que ele conseguiu introduzir foi na estrutura da urdidura, quando, por meio de um aparato engenhoso, ele conseguiu produzir "mitts" de uma aparência laçado, e foi esse sucesso que o determinou a seguir o estudo de Fazer renda. O quadro de montagem já havia sido, de forma modificada, aplicada à fabricação de renda ponto-líquido, em que a malha estava em loop como em uma estocagem, mas o trabalho era leve e frágil e, portanto, insatisfatório. Muitas engenhosas mecânicas de Nottingham tinham, durante uma longa sucessão de anos, trabalhassem no problema de inventar uma máquina pela qual a malha de tópicos deve ser torcida uns aos outros na formação da rede. Alguns desses homens morreram na pobreza, alguns foram conduzidos, e todos falharam no objeto de sua busca. A velha máquina de urdidura segurou seu chão. Quando um pouco mais de vinte e um anos de idade, Heathcoat foi para Nottingham, onde ele encontrou emprego prontamente, para o qual ele logo recebeu a mais alta remuneração, como setter-up de meias e quadros de urdidura, e foi muito respeitado por seu talento Para invenção, inteligência geral e os princípios som e sóbrios que governavam sua conduta. Ele também continuou a perseguir o assunto em que sua mente tivesse sido ocupada antes, e trabalhou para compasse a articulação de uma máquina de torção transversal. Ele primeiro estudou a arte de fazer o buckingham ou travesseiro à mão, com o objeto de efetuar os mesmos movimentos por meios mecânicos. Foi uma tarefa longa e laboriosa, exigindo o exercício de grande perseverança e engenhosidade. Seu mestre, Elliot, descreveu-o naquele momento como inventivo, paciente, autodestigo e taciturno, destemido por fracassos e erros, cheio de recursos e expedientes, e entretendo a mais perfeita confiança de que sua aplicação de princípios mecânicos seria eventualmente coroada com sucesso. É difícil descrever em palavras uma invenção tão complicada como a máquina da Bobbin-Net. Foi, de fato, um travesseiro mecânico para fazer rendas, imitando de maneira engenhosa os movimentos dos dedos do fabricante de renda em cruzar ou amarrar as malhas do laço em seu travesseiro. Ao analisar as partes componentes de um pedaço de renda feita à mão, Heathcoat foi habilitado para classificar as roscas em longitudinal e diagonal. Ele começou seus experimentos fixando os fios de pacote comuns longitudinalmente em uma espécie de quadro para a deformação, e depois passando os segmentos de trama entre as plicas comuns, entregando-as a outras plyers no lado oposto; Então, depois de dar-lhes um movimento e torção lateralmente, os tópicos foram repassados ​​entre os próximos cordões adjacentes, sendo assim as malhas da mesma forma que os travesseiros à mão. Ele tinha então para inventar um mecanismo que deve realizar todos esses movimentos agradáveis ​​e delicados, e fazer isso não lhe custou uma pequena quantidade de labuta mental. Muito tempo depois que ele disse: "A única dificuldade de obter os fios diagonais para torcer no espaço alocado foi tão grande que se tivesse agora a ser feito, provavelmente não deveria tentar sua realização". Seu próximo passo era fornecer discos metálicos finos, para serem usados ​​como bobinas para conduzir os fios para trás e encaminhar através da urdidura. Esses discos, sendo organizados em quadros transportadores colocados em cada lado da urdidura, foram movidos por máquinas adequadas, de modo a conduzir os fios de um lado para o outro em formação do laço. Ele acabou conseguindo dar certo seu princípio com habilidade extraordinária e sucesso; E, com a idade de vinte e quatro anos, ele estava habilitado para garantir sua invenção por uma patente. Durante esse tempo, sua esposa foi mantida em quase uma grande ansiedade como ele mesmo, pois ela sabia de suas provações e dificuldades enquanto ele estava se esforçando para aperfeiçoar sua invenção. Muitos anos depois de terem sido superados com sucesso, a conversa que ocorreu uma noite agitada foi vividamente lembrada. "Bem", disse a esposa ansiosa, "vai funcionar?" "Não", foi a resposta triste; "Eu tive que pegar tudo para as peças novamente." Embora ele ainda pudesse falar espero e alegremente, sua pobre esposa podia mais restringir seus sentimentos, mas sentou-se e chorou amargamente. Ela tinha, no entanto, mais algumas semanas para esperar, pelo sucesso trabalhado e ricamente merecido, vinha finalmente, e um homem orgulhoso e feliz era John Heathcoat quando ele trouxe para casa a primeira faixa estreita de Bobbin-Net feita pela sua máquina, e colocou-a nas mãos de sua esposa. Como no caso de quase todas as invenções que provaram produtivas, os direitos de Heathcoat como patenteado foram disputados, e suas reivindicações como inventor convocado em questão. Na suposta invalidade da patente, os fabricantes de renda adotaram corajosamente a máquina de bobina-líquida e definir o inventor em desafio. Mas outras patentes foram retiradas por supostas melhorias e adaptações; E foi apenas quando esses novos patentes caíram e foram para a lei um com o outro que os direitos de Heathcoat se estabeleceram. Um fabricante de renda que trouxe uma ação contra outra para uma alegada violação de sua patente, o júri trouxe um veredicto para o réu, em que o juiz concordou, no terreno que ambas as máquinas em questão eram infracções da patente de Heathcoat. Foi por ocasião deste julgamento, "Boville v. Moore", que senhor John Copley (depois Lord Lyndhurst), que foi retido para a defesa do Sr. Heathcoat, aprendeu a trabalhar a máquina da Bobbin-Net em ordem que ele pode dominar os detalhes da invenção. Ao ler sobre o seu breve, ele confessou que não entendia bem o mérito do caso; Mas, como parecia-lhe ser uma grande importância, ele se ofereceu para descer para o país e estudar a máquina até que ele entendesse; "E então", disse ele, "eu vou defendê-lo do melhor da minha capacidade". Ele se colocou naquela noite daquela noite, e desceu a Nottingham para se levantar seu caso como talvez o conselho nunca tenha levantado antes. Na manhã seguinte, o sargento aprendido colocou-se em um tear de renda, e ele não deixou até que ele pudesse fazer uma peça de rede de bobina com suas próprias mãos, e entendia completamente o princípio, bem como os detalhes da máquina. Quando o caso surgiu para julgamento, o sargento aprendido foi habilitado para trabalhar o modelo na mesa com tal caso e habilidade, e para explicar a natureza precisa da invenção com tal clareza felícita, quanto à espantosa juiz, júri e espectadores ; e a conscienciosidade e domínio completos com os quais ele lidou com o caso, não tinha dúvidas de sua influência sobre a decisão do Tribunal. Depois que o julgamento acabou, o Sr. Heathcoat, sobre a investigação, descobriu cerca de seiscentos máquinas no trabalho após sua patente, e ele começou a cobrar a realeza sobre os proprietários deles, o que equivalia a uma grande soma. Mas os lucros realizados pelos fabricantes de renda eram muito grandes, e o uso das máquinas se estendeu rapidamente; Enquanto o preço do artigo foi reduzido de cinco libras, o quintal quadrado para cerca de cinco pence no decorrer de vinte e cinco anos. Durante o mesmo período, os retornos anuais médios do comércio de renda têm sido pelo menos quatro milhões de libras esterlinas, e proporciona emprego remunerativo a cerca de 150.000 Workpeople. Para retornar à história pessoal do Sr. Heathcoat. Em 1809, encontrá-lo estabelecido como fabricante de renda em Loughborough, em Leicestershire. Lá ele carregava um negócio próspero há vários anos, dando emprego a um grande número de agentes, em salários variando de £ 5. para £ 10. uma semana. Não obstante o grande aumento no número de mãos empregadas em rendas através da introdução das novas máquinas, começou a ser sussurrada entre os trabalhadores que estavam substituindo o trabalho, e uma extensa conspiração foi formada com o propósito de destruí-los onde quer que encontrado. . . . Entre os numerosos fabricantes cujos trabalhos foram atacados pelos Ludditos, era o inventor da própria máquina da Bobbin-Net. Um dia ensolarado brilhante, no verão de, um corpo de desordeiros entrou em sua fábrica em Loughborough com tochas, e incendiaria, destruindo trinta e sete máquinas de renda e acima de £ 10.000 de propriedade. Dez dos homens foram apreendidos para o crime, e oito deles foram executados. O Sr. Heathcoat fez uma reivindicação sobre o condado de compensação, e foi resistido; Mas o tribunal do banco da rainha decidiu a seu favor, e decretou que o condado deve dar boa sua perda de £ 10.000. Os magistrados procuraram acoplar o pagamento do dano a condição de que Heathcoat deveria gastar o dinheiro no condado de Leicester; Mas a isso ele não iria parecer, já tendo resolvido remover sua fabricação em outro lugar. Manufactory Tiverton Rendas de John Heatherco. 1836.
Em Tiverton, em Devonshire, ele encontrou um grande edifício que havia sido usado anteriormente como manufatura de lã; Mas o comércio de pano Tiverton caiu em decadência, o edifício permaneceu desocupado, e a própria cidade era geralmente em uma condição muito superficial. O Sr. Heathcoat comprou o velho moinho, renovado e aumentou, e recomeçou a fabricação de renda em escala maior do que antes; Mantendo-se em pleno trabalho até trezentas máquinas, e empregando um grande número de artesãos em bons salários. Não só ele continuou a fabricação de renda, mas os vários ramos de negócios conectados com ele - duplicação de fios, fiação de seda, rede e acabamento. Ele também estabeleceu em Tivarton uma fundição de ferro e trabalha para a fabricação de implementos agrícolas, que provou ser de grande conveniência para o distrito. Foi uma ideia favorita de sua potência de vapor era capaz de ser aplicada para realizar todo o pesado trabalho penoso da vida, e ele trabalhou por um longo tempo na invenção de um arado a vapor. Em 1832, até agora completou sua invenção a ponto de ser ativada para tirar uma patente por isso; E o Steam-arado de Heathcoat, embora tenha sido substituído por Fowler, foi considerado a melhor máquina do tipo que tinha sido inventada naquela época. O Sr. Heathcoat era um homem de grandes presentes naturais. Ele possuía uma boa compreensão, percepção rápida e um gênio para os negócios da mais alta ordem. Com estes, ele combinou a retidão, a honestidade e a integridade - qualidades que são a verdadeira glória do caráter humano. Ele mesmo um auto-educador diligente, ele deu um incentivo pronto para merecer jovens em seu emprego, estimulando seus talentos e fomentando suas energias. Durante sua própria vida ocupada, ele planejou economizar tempo para dominar francês e italiano, dos quais ele adquiriu um conhecimento preciso e gramatical. Sua mente estava em grande parte armazenada com os resultados de um estudo cuidadoso da melhor literatura, e havia poucos assuntos sobre os quais ele não havia se formado por uma visão astúcia e precisa. Os dois mil peças de trabalho em seu emprego o consideravam quase como pai, e ele cuidadosamente proporcionou seu conforto e melhoria. A prosperidade não o estragou, como faz tantos; Nem feche seu coração contra as reivindicações dos pobres e lutando, que sempre estavam certos de sua simpatia e ajuda. Para prever a educação dos filhos de seus próprios workpeople, ele construiu escolas para eles a um custo de cerca de £ 6.000. Ele também era um homem de disposição singularmente alegre e flutuante, um favorito com homens de todas as aulas e mais admirado e amado por aqueles que o conheciam melhor. Nos eleitores de Tiverton, dos quais a cidade que Heathcoat provou ser tão genuína um benfeitor, devolveu-o a representá-las no Parlamento, e continuou o seu membro por quase trinta anos. Durante uma grande parte daquela época, ele tinha Lord Palmerston por seu colega, e o nobre Senhor, em mais de uma ocasião pública, expressou a alta consideração que ele entreteve por seu venerável amigo. Ao se aposentar da representação, devido à avanço da idade e aumentando as enfermidades, trezentos de seus trabalhadores apresentaram-lhe um tinteiro de prata e caneta de ouro, em fichas de sua estima. Ele gostou de seu lazer por apenas mais dois anos, morrendo em janeiro de 1861, aos setenta e sete anos, e deixando para trás um personagem de probidade, virtude, masculinidade e gênio mecânico, dos quais seus descendentes podem muito bem estar orgulhosos.

Samuel Smiles (1812-1904) foi um escocês que originalmente treinado como médico antes de se voltar ao jornalismo em tempo integral. Smiles escreveu para um público popular para mostrar às pessoas a melhor forma de aproveitar as mudanças que estão sendo provocadas pela revolução industrial que estava varrendo a Grã-Bretanha e outras partes do mundo na primeira metade do século XIX. Em seu trabalho mais conhecido, Auto-ajuda; com ilustrações de caráter e conduta (1859) Ele combina a moralidade vitoriana com idéias de mercado gratuitas em contos morais mostrando os benefícios do exclusivo, trabalho duro, educação, perseverança e um caráter moral sólido. Ele desenhou as histórias de sucesso pessoal dos milionários emergentes autoavaliados na indústria de cerâmica (Josiah Wedgwood), a indústria ferroviária (Watt e Stephenson), e a indústria de tecelagem (Jacquard) para fazer o seu ponto que os benefícios do mercado eram aberto a ninguém.